MENU
OUVIR

3 de novembro | Dia Mundial Uma Só Saúde

O dia Mundial de Uma Só Saúde, One Health é celebrado anualmente a 3 de novembro.

Este dia assinala a importância da abordagem One Health, conceito que resumiu a ideia, conhecida há mais de um século, de que a saúde humana e a saúde animal são interdependentes e estão ligadas à saúde dos ecossistemas.

Com o rápido crescimento da população, a globalização e a degradação ambiental, as ameaças à saúde tornaram-se mais complexas e as soluções devem envolver diversos sectores. A abordagem “Uma Só Saúde” reconhece que os problemas que afectam a saúde humana, os animais, as plantas e o ambiente podem ser resolvidos de forma mais eficaz, através de uma melhor coordenação, comunicação e ações de colaboração entre disciplinas.

Em  2023 foi escolhido o tema  “Ao proteger um, ajudamos a proteger todos” que realça a interligação entre a saúde humana, animal e ambiental e a importância de trabalhar em conjunto para proteger a saúde de todos.

O Plano de Ação Conjunta (One Health Joint Plan of Action (2022-2026), foi estabelecido em outubro de 2022, sendo promovido conjuntamente pela Organização para as Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUA), a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Mundial de Saúde Animal (WOAH) com o objetivo de reforçar a capacidade de abordar riscos de saúde complexos e multidimensionais com sistemas de saúde mais resilientes a nível mundial, regional e nacional.

A DGAV, pela abrangência nacional da sua atividade e na qualidade de Autoridade Sanitária Veterinária e Fitossanitária Nacional, de Autoridade Nacional para os Medicamentos Veterinários e de Autoridade responsável pela gestão do Sistema de Segurança dos Alimentos, encontra-se investida de uma enorme determinação no que concerne à abordagem “Uma Só saúde” nos domínios da Saúde Animal, Saúde Vegetal e consequentemente no que diz respeito aos sistemas agroalimentares. Considerando que a alimentação e a produção de alimentos são indiscutivelmente parte integral das vidas de todos, merece uma particular atenção o facto de estar em alinhamento com o tema escolhido para este ano – “Ao proteger um, ajudamos a proteger todos”.

Neste sentido a DGAV encetou a sua participação em projetos de investigação e de parcerias com a Academia e outras Entidades públicas seja no âmbito de Uma Só Saúde no domínio da vigilância a agentes patogénicos zoonóticos por um lado, seja ainda na vigilância e ações para o combate necessário à Resistência aos Antimicrobianos (RAM), a saber:

SIVIZ – Sistema de vigilância coordenado, no âmbito da abordagem «Uma Só Saúde», para agentes patogénicos transfronteiriços que ameaçam a União Europeia, que reforçará a  capacidade de resposta dos EM para a vigilância de zoonoses com potencial de propagação entre países.

Neste projeto, as doenças que serão alvo de vigilância nos animais e ambiente e de partilha de dados, através do SIVIZ, serão: Febre do Nilo Ocidental, Febre do Vale de Rift, Febre da Crimeia-Congo, Encefalite transmitida por carraças, Febre Q e Hepatite E,  algumas das quais são endémicas e outras embora não identificadas deverão ser objeto de vigilância e deteção precoce no caso de eventual entrada no território nacional.

USAMSuLei (PRR) – Projeto que visa a prossecução dos objetivos nacionais e comunitários de redução sustentada e utilização mais cuidadosa de antimicrobianos na produção pecuária.  (coordenado pelo ICBAS – Universidade do Porto)

OCELOT – FCUL (FCT) – Projeto One Health de modelação no âmbito da Resistência aos Antimicrobianos (RAM) que tem como objetivos inferir a história demográfica da RAM através dos ecossistemas e sistemas de produção; compreender as variáveis de transmissão RAM, sua persistência e emergência; desenvolver modelos preditivos para AMR; desenvolver análises de sensibilidade e económicas (custo – efetividade) para aplicação de políticas de ação e gestão dos sistemas produtivos relativamente à estratégia de combate à RAM.
(coordenado pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa)

WEST NILE – projeto de parceria com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Católica Centre for Biomedical Research, Universidade Católica Portuguesa e a DGAV no âmbito da vigilância efetuada para a WNF numa abordagem One Health na perspetiva de descobrir as barreiras ecológicas da transmissão do vírus do nilo ocidental (wnv) em Portugal;

JAMRAI 2 – EU4HEALTH – consórcio de vários países Europeus de abordagem One Health visando a melhoria e harmonização do combate RAM numa perspetiva de abordagem do problema transfronteiriço.

Dia Mundial de Uma Só Saúde 3 de novembro

3 de novembro 2023


© 2024 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária

Skip to content