MENU
OUVIR

6 de julho – Dia Mundial das Zoonoses

A OMS comemora hoje, dia 6 de julho, o Dia Mundial das Zoonoses.

As Zoonoses são doenças infeciosas transmissíveis direta ou indiretamente entre animais e humanos. Essa transmissão poderá ocorrer de forma direta pelo contacto entre o Homem e os animais ou por via indireta, através de alimentos contaminados ou pela transmissão da doença por vetores.

São exemplos de Zoonoses: a COVID-19, a Raiva, a Tuberculose, a Febre do Nilo Ocidental, a Brucelose, a Leishmaniose, a Gripe Aviária as Encefalopatias Espongiformes, entre outras.

Estas Zoonoses são doenças que têm um impacto efetivo na saúde de todas as comunidades, nas vivências diárias das sociedades, na economia, na biodiversidade e no meio ambiente.

Neste sentido, o conceito de Uma Só Saúde contempla abordagens diferenciadas, multidisciplinares e integradoras que apoiam a prevenção, a deteção e a resposta ao surgimento de doença que possa afetar os seres vivos num ecossistema equilibrado.

Este facto atribui aos médicos veterinários, aos agricultores, aos gestores de vida selvagem e aos serviços veterinários, um papel de destaque tanto a nível nacional como internacional.

A DGAV associa-se à celebração das iniciativas de comemoração do Dia Mundial das Zoonoses, reconhecendo a importância do papel dos Médicos Veterinários e da implementação das medidas sanitárias para a saúde e bem estar animal, bem como, para a saúde pública e para a saúde do meio ambiente, não esquecendo que “a luta contra as zoonoses se inicia eliminando o agente patogénico na sua fonte animal” (WOAH).


Conheça os videogramas sobre Zoonoses no âmbito da consciencialização para Uma Só Saúde:

Doenças zoonóticas

COVID-19

Raiva

Tuberculose

Febre do Nilo Ocidental

Brucelose

Leishmaniose

6 julho 2022


© 2021 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária