MENU
OUVIR

Campanha «Parar a Peste Suína Africana»

A campanha «Parar a Peste Suína Africana» da Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA) foi prorrogada pelo terceiro ano consecutivo.

Esta campanha dirige-se a produtores de suínos, caçadores e médicos veterinários e pretende consciencializar sobre como prevenir a propagação da Peste Suína Africana (PSA).

De acordo com Bernhard Url, diretor executivo da EFSA, «a propagação da PSA prossegue a um ritmo alarmante, com surtos recentes em Itália e dois surtos esporádicos na Alemanha, perto das fronteiras da França e dos Países Baixos, respetivamente. A PSA não se limita a javalis na Europa Oriental e Central. Trata-se de uma questão global que representa uma ameaça significativa para os suínos, os agricultores e a indústria da carne de suíno e que deve ser abordada por todos nós em conjunto”.

Esta iniciativa faz parte dos esforços em curso da EFSA, da Comissão Europeia e de outros organismos internacionais para travar a propagação da PSA na União Europeia e nos países vizinhos.

Veja a notícia completa aqui.

A PSA é uma doença viral que afeta suínos domésticos e javalis. O vírus é inofensivo para os seres humanos, mas está a causar perdas económicas significativas em muitos países.

Atualmente, não existem vacinas aprovadas para a PSA na Europa, o que significa que um surto da doença poderá exigir o abate de um grande número de suínos mantidos em explorações nas zonas afetadas e embargos ao comércio intracomunitário e com países terceiros de suínos, carne e produtos à base de carne de suíno.

Visite o site da Campanha PSA

A DGAV publicou a nota informativa n.º 2/2022/PSA que tem como objetivo sensibilizar todos os intervenientes para que reforcem as medidas preventivas de forma a evitar a introdução do vírus da PSA em território nacional. Mais se informa que é obrigatória a notificação de qualquer suspeita ou ocorrência de PSA em suínos e javalis.

Apelamos também ao uso da aplicação de Notificação Imediata de Mortalidade de Animais Selvagens (ANIMAS) para a notificação de javalis encontrados mortos em espaços naturais, que se encontra acessível em https://animas.icnf.pt. A informação sobre o ANIMAS está disponível no portal da DGAV e no vídeo promocional.

3 agosto 2022


© 2021 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária