MENU
OUVIR

Encontro Informal da EFSA em Portugal

No dia 11 de maio, teve lugar no auditório do INIAV, na Quinta do Marques, em Oeiras, um Encontro Informal com o Diretor Executivo da Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) – Bernhard Url, a convite dos representantes de Portugal no Conselho de Administração da EFSA, Susana Pombo, Diretora-Geral da DGAV e Ana Batalha, da Direção-Geral dos Assuntos Europeus do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O Encontro “30 years of the single market, and the EU Food Safety System transformation” proporcionou um debate sobre os novos desafios no contexto atual, refletindo sobre a importância do reforço do contributo de Portugal no processo de avaliação de risco na cadeia alimentar no âmbito da EFSA, atendendo ao atual contexto de mercado e ao novo quadro regulamentar. Consulte aqui o Programa

No evento estiveram presentes 52 participantes , representando diversas entidades nacionais envolvidas na análise de risco e na investigação de diversos projetos no âmbito da cooperação cientifica da EFSA com os Estados Membros

Foi apresentado um Estudo desenvolvido por Portugal na EFSA respeitante à Flor do Cardo para a produção de queijos de pasta mole regionais que foi concluído em dezembro de 2022.

Foram ainda equacionados os desafios a enquadrar no âmbito das análises de risco atendendo às exigências e dinâmicas das mudanças mundiais e aos riscos emergentes, no contexto global “One Healh” e tendo em conta os objetivos europeus definidos nas Agendas da CE – Farm to Fork, Green Deal .

O programa foi concluído com uma mesa-redonda sob o tema Reforço da participação nacional e cooperação com a EFSA, expetativas e desafios: prioridades e oportunidades, onde estiveram presentes a ASAE, o INSA, a DGAV, o INIAV e o IPMA representando a cooperação e o interesse nesta matéria de diversos ministérios e ainda representantes de partes interessadas ligadas aos setores agrícola, alimentar e da indústria farmacêutica.

O Encontro permitiu assim identificar novas oportunidades de colaboração, bem como alguns setores prioritários em que Portugal poderá reforçar o seu papel no processo de avaliação de risco da União Europeia, contribuindo para sistemas alimentares sustentáveis com alimentos seguros, disponíveis, acessíveis e saudáveis.

12 de maio de 2023


© 2024 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária

Skip to content