MENU
OUVIR

Publicação do 12.º relatório ESVAC – Informação relativa a Portugal

Foi publicado a 18 de novembro o relatório anual relativo às vendas anuais de medicamentos veterinários contendo antimicrobianos destinados a animais na Europa (31 países) relativamente a 2021. Este relatório resulta da recolha de dados provenientes dos vários países.

Portugal em 2022, recolheu os dados junto dos distribuidores por grosso autorizados em território nacional através da Plataforma MedVet ESVAC. O recurso a esta plataforma permitiu implementar um sistema de qualidade de dados que garante a correta identificação dos medicamentos a reportar. Esta informação é posteriormente comparada com os dados submetidos em anos anteriores bem como com dados provenientes das taxas de comercialização de medicamentos veterinários submetidos pelos Titulares de Autorização de Introdução no Mercado.

Relativamente aos dados reportados por Portugal desde 2011 temos:

– uma diminuição de 5,8% do total de vendas anuais;

– um aumento de 5,8% das vendas relativas às cefalosporinas de 3.ªe 4.ª geração;

– um aumento de 6,1% das vendas relativas às fluoroquinolonas;

– uma diminuição de 99,3% das vendas relativas a outras quinolonas que não fluoroquinolonas;

– uma diminuição de 21% das vendas de polimixinas;

– um aumento de 2,9% do fator de correção da população (T de peso vivo disponível para tratamento anualmente em Portugal).

93,7% das formas farmacêuticas vendidas correspondem a medicamentos veterinários para administração oral (pré-misturas medicamentosas e soluções orais).

Cerca de 40% das classes de antimicrobianos utilizados são as correspondentes às de uso restrito e com precaução, nas categorias de antimicrobianos AMEG (categorização de risco quanto ao impacto na saúde pública e animal no uso de antimicrobianos em animais).

Comparando os dados reportados por Portugal com a Média Europeia (31 países) temos:

   Média Europeia  Portugal
% de variação de vendas totais (2011-2021)– 46,5%-5,8%
% de variação de vendas Cefalosporinas de 3.ª e 4.º geração (2011-2021)-37,8%+5,8%
% de variação de vendas Fluoroquinolonas-14,2%+6,1%
% de variação de vendas Polimixinas-79,5%-21%
mg/PCU96,6149,9
Proporção de Antimicrobianos com formas farmacêuticas orais92,3%93,7%

Para mais dados relativos a Portugal, consultar aqui.

23 de novembro, 2022


© 2021 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária