MENU
OUVIR

Uma Só Saúde

O conceito de Uma Só Saúde reconhece que a saúde humana está intimamente ligada à saúde dos animais e ao meio ambiente, por exemplo, a alimentação animal, a alimentação humana, a saúde animal e humana e a contaminação ambiental estão intimamente ligadas. A monitorização, vigilância e controlo de agentes infeciosos que podem cruzar espécies e barreiras ambientais são imperativos.
Em linha com o conceito “Prevenir-Detetar-Responder”, o foco principal de Uma Só Saúde é reforçar a colaboração entre instituições, melhorando a cooperação transdisciplinar e integração de atividades por meio de Projetos de Pesquisa Conjunta, Projetos Integrativos Conjuntos e através de educação e formação nas áreas das Zoonoses Transmitidas por Alimentos (FBZ), Resistência Antimicrobiana (RAM) e Ameaças Emergentes (ET).

RAM
A RAM – a capacidade dos microrganismos de resistir aos tratamentos antimicrobianos, especialmente os antibióticos – tem impacto direto na saúde humana e animal e carrega um pesado fardo económico devido aos custos mais elevados dos tratamentos e à redução da produtividade causada pela doença. A RAM é responsável por cerca de 33.000 mortes por ano na UE. Estima-se também que a AMR custe à UE € 1,5 bilhões por ano em custos de saúde e perdas de produtividade.
Video ” O Plano de Ação da UE contra a resistência antimicrobiana “

O papel da DGAV no projeto Uma Só Saúde
A DGAV intervém no projeto nacional, europeu e mundial da Uma Só Saúde nas vertentes relacionadas com:

  • a monitorização, vigilância e controlo das doenças nos animais de companhia, produtores de géneros alimentícios e selvagens;
  • a monitorização, vigilância e controlo das doenças transmitidas por alimentos;
  • a autorização e controlo pós autorização de medicamentos veterinários, controlo da cadeia de comercialização e fabrico de medicamentos veterinários, controlo da utilização de medicamentos.
  • monitorização das vendas de antimicrobianos a animais.
    A DGAV estabeleceu o Grupo de Trabalho de Uma Só Saúde (GT1SS) que integra as diferentes áreas de atuação e gere os temas associados à Uma Só Saúde.

Em 2020, a DGAV promoveu uma campanha de sensibilização sob o tema – “Resistência aos antimicrobianos”  que teve por objectivo informar e sensibilizar a população, designadamente a urbana, para a utilização cuidadosa dos antibióticos, em animais de companhia.

Tendo em consideração que a utilização de antimicrobianos em animais de companhia contribui para a resistência a antimicrobianos de último recurso e que a utilização de antimicrobianos que são criticamente importantes para a saúde humana em animais de companhia é um factor de risco adicional pois implica a seleção e potencial propagação de bactérias resistentes a antimicrobianos, o que por sua vez, constitui um risco potencial para a saúde pública, urge alertar os cidadãos para os riscos da utilização indiscriminada de antibióticos.

Esta iniciativa contribuiu para a promoção dos assuntos relacionados com a temática “Uma Só Saúde”, cujas ações emblemáticas são coordenadas pela DGAV no âmbito da Agenda para a Inovação da Agricultura 2020-2030 – Terra Futura, do Ministério da Agricultura .


Cartaz da Campanha

© 2021 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária