MENU
OUVIR

Brucelose Bovina

Brucelose Bovina é uma doença contagiosa dos animais, que se transmite naturalmente entre os animais, mas também dos animais ao homem, assumindo por isso a designação de Zoonose. É causada por uma bactéria de nome Brucella abortus.

Para além dos bovinos, a bactéria pode infetar outros animais domésticos e também animais selvagens.

Nos humanos a brucelose é uma doença grave, com maior prevalência em determinados grupos profissionais. Trabalhadores de matadouros, médicos veterinários e tratadores de animais, integram grupos de risco, pela exposição frequente ao contacto com a bactéria.

Por outro lado, o consumo de leite cru de animais infetados, ou queijo não curado feito a partir desse leite, é também um fator de transmissão da doença ao homem. Esta via de transmissão é no entanto evitada através do consumo de leite devidamente pasteurizado, de queijo curado ou queijo fresco feito de leite pasteurizado.

Constitui assim a brucelose bovina não só um problema de saúde animal, mas também uma preocupação de saúde pública, em face da qual são implementadas campanhas, que através da prevenção e controlo da disseminação da doença conduzem à sua erradicação. As medidas aplicáveis encontram-se formalizadas nos Programa de Erradicação. Estes são elaborados anualmente e apresentados à apreciação e aprovação da Comissão Europeia para cofinanciamento.

Relatórios técnicos dos Programas de Erradicação da Brucelose Bovina – ver mais

Manuais de Procedimentos (ver mais)

Legislação (ver)

Ficha Informativa do OIE

Lista de Laboratórios Nacionais de Referência, de acordo com a Diretiva 2008/73/CE do Conselho de 15.07 e a Decisão n.º 2009/712/CE da Comissão de 18.09.

Lista de Laboratórios Autorizados pela DGAV, para análises no âmbito do programa de vigilância e erradicação da brucelose bovina

Regiões oficialmente indemnes de brucelose bovina:

Os distritos abaixo referidos estão reconhecidos pela Comissão Europeia como regiões oficialmente indemnes de brucelose bovina:

– Região Algarve: todos os distritos;

– Região Autónoma dos Açores: ilhas do Corvo, Faial, Flores, Graciosa, Pico e Santa Maria;

– Região Centro: distritos de Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Leiria e Castelo Branco.

Quatro dos distritos indicados para a Região Centro englobam áreas geográficas, nomeadamente concelhos, da abrangência das Regiões de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) e do Norte (N).

 


Doenças dos Bovinos

© 2021 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária