MENU
OUVIR

Xylella fastidiosa

Zonas demarcadas de Xylella fastidiosa em Portugal

Zona demarcada da Área Metropolitana do Porto

Zona demarcada da Área Metropolitana de Lisboa

Zona demarcada de Tavira – SUPRIMIDA

A zona demarcada de Tavira, estabelecida em julho de 2021, foi sujeita a prospeção intensa com colheita de amostras conforme estabelecido no Regulamento de Execução (UE) 2020/1201, desde julho de 2021 até agosto de 2022, não tendo sido detetado mais nenhum caso positivo. A ausência de plantas e vetores infetados confirmou que a presença inicial da bactéria constituiu um caso isolado, não tendo ocorrido a sua dispersão na referida área.  Perante os resultados obtidos a praga foi considerada erradicada, procedendo-se à supressão da referida zona demarcada.


Requisitos Técnicos para Produção e Comercialização de Plantas Especificadas Hospedeiras de Xylella fastidiosa em Local Livre (fevereiro 2021)

Mais Informação:


Plano contingência 2021

Regulamento de execução UE 2020/1201 (versão consolidada dez 2021)

Portaria n.º 243/2020, de 14 de outubro - Medidas erradicação

Apresentações e Investigação - Xylella fastidiosa

Países que enviaram à Comissão Europeia Declaração do Estatuto Fitossanitário de Xylella fastidiosa

© 2021 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária