MENU
OUVIR

Informação ao Consumidor

A informação sobre os alimentos define-se como a informação respeitante a um género alimentício disponibilizada ao consumidor final através de um rótulo, de outro material que acompanhe o género alimentício ou por qualquer outro meio, incluindo as ferramentas tecnológicas modernas ou a comunicação verbal”.

ALIMENTOS PRÉ-EMBALADOS

Regulamento (UE) n.º 1169/2011 é designado como o regulamento de informação ao consumidor e estabelece os princípios da informação alimentar de modo a garantir o direito à informação do consumidor.

Em Portugal, a informação ao consumidor tem de ser prestada em Português.

O regulamento aplica-se a:

  • Operadores de empresas do setor alimentar em todas as fases da cadeia alimentar, onde exista fornecimento de informações alimentares aos consumidores.
  • Todos os alimentos destinados ao consumidor final, incluindo alimentos fornecidos à restauração coletiva.

O diploma aborda várias temáticas de que se destacam as seguintes:

  • Menções obrigatórias;
  • Responsabilidade dos operadores;
  • Indicação obrigatória dos alergénios;
  • Declaração nutricional;
  • Venda à distância;
  • Data de congelação para carne, preparados de carne e produtos da pesca não transformados;
  • Rotulagem de origem.

Este regulamento é complementado com atos de Execução relativos à indicação de origem das carnes de suíno, ovino, caprino e aves de capoeira e do ingrediente primário quando seja diferente da origem do género alimentício – e esta seja indicada na rotulagem e os requisitos de informação relativos à ausência ou a presença reduzida de glúten nos géneros alimentícios.

Foram elaborados guias de ajuda à interpretação do Regulamento (EU) nº. 1169/2011:

ALIMENTOS NÃO PRÉ-EMBALADOS

No que se refere aos alimentos não pré-embalados a informação a prestar aos consumidores encontra-se definida em legislação nacional, no Decreto-Lei n.º 26/2016.

A DGAV disponibiliza o Esclarecimento n.º 1/G/2016 sobre este tema.

ROTULAGEM ESPECÍFICA

Além das regras gerais estabelecidas nos Regulamento (UE) n.º 1169/2011 e Decreto-Lei n.º 26/2016, certos produtos (por exemplo, carne de bovino, aves, ovos, mel e suplementos alimentares) requerem o fornecimento de informações obrigatórias adicionais.

Tabela de géneros alimentícios sujeitos a disposições adicionais de rotulagem, incluindo as relativas à sua origem:

AçúcarA. para Grupos EspecíficosArrozAzeite*
Bebidas não vínicasCaçaCaféCarne*
CháChocolateFarinhasGorduras e Óleos Vegetais
Leite e laticíniosMel*Moluscos Bivalves VivosOvos
PãoProdutos da PescaSalSumos e Néctares
Suplementos AlimentaresUltracongeladosVinagres
Alimentos com disposições adicionais de rotulagem e requisitos de rotulagem de origem*

Consulte ainda:

Para esclarecimentos adicionais sobre estes temas contacte a DGAV através do endereço eletrónico perguntas.dsna@dgav.pt.


FAQ - Informação ao consumidor

Legislação - Informação ao consumidor

© 2021 | Direção-Geral de Alimentação e Veterinária